Que birras são essas?

birras

Theo, meu filho, tem muitos “descontroles emocionais”! E está tudo bem! Ele tem apenas 4 anos e não “faz birras” intencionalmente! Ele apenas não tem o cérebro desenvolvido suficientemente. Suas emoções vêm sem filtro e ele as vive intensamente!

Se está chateado, vai se jogar no chão, gritar, tacar objetos! Ele está simplesmente sendo uma criança, com comportamentos totalmente adequados à idade dele! Precisamos entender isso! E cabe a nós nesses momentos, sermos modelos e ensinarmos nossos filhos a se acalmarem! Só assim vamos ajudá-los a desenvolver habilidades de vida essenciais!

Algumas dicas para esses momentos de birras:

Abraços para amenizar as birras:

Abraço é uma ferramenta poderosa para essas situações! Diga: filho, EU preciso muito de um abraço! É comprovado cientificamente que um abraço dado por alguém que esteja tranquilo, com bastante conexão, acalma a outra pessoa.

Controle e empatia

Não é possível apagar incêndio com fogo! Tenha empatia e entenda o desenvolvimento da faixa etária que seu filho está! Controle o SEU comportamento e dê exemplo para seu filho de equilíbrio emocional.

Valide os sentimentos do seu filho

Só controlamos, o que nomeamos! Valide os sentimentos do seu filho: “a mamãe entende que você está com raiva pois não pode assistir mais tv. É normal sentir raiva, mamãe tb sente em alguns momentos e eu te entendo! E agora está na hora de dormir.” Seja firme e gentil na sua decisão! Não volte atrás!

Inteligência emocional

Escolha a dedo às brigas que você vai comprar com seu filho! Vai ficar tudo registrado e você não sabe como ele vai interpretar esses acontecimentos futuramente. Para isso, autorespeito e autocuidado são fundamentais! Quando os nossos filhos “fazem birra”, é como se eles estivessem nos convidando para uma briga. Cabe a nós decidir se aceitaremos o convite e entraremos na briga, ou não.

Nos dias em que não estamos muito bem, a probabilidade de aceitar esse convite é alta, e quando isso acontece, é como se fossem duas crianças com a diferença de que apenas uma dessas crianças tem 2 anos de verdade. Então, está tudo bem dizer: filho, eu estou muito chateada e preciso de um tempo. Não consigo te ajudar com o seu descontrole agora pois também estou assim. E saia de cena, se possível!

Gostou das dicas de como lidar com birras? Deixe um comentário que irei tirar suas dúvidas. Compartilhe com suas amigas que precisam de uma ajuda para lidar com as birras dos filhos.

Sabia que tenho um livro? O Conectando Pais e Filhos 2 trabalha de forma direta e motivadora orientações para os pais na missão de educador e criar os filhos em um ambiente com relações saudáveis! Compre aqui!

Beijocas no seu coração de mãe!

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin