Como fazer seu filho te ouvir?

Fernanda, eu falo a mesma coisa mil vezes, grito, faço mímica, coloco de castigo…só falta bater e meu filho não me ouve! Frequentemente ouço pais dizendo que as crianças não nos “escutam”. 

Nos frustramos e acabamos colocando nosso foco no problema da criança, e pouco realizamos o exercício de auto-observação e na consciência de que nós fazemos parte dessa equação do “não ouvir’. Nosso filhos não nos ouvem ou será que nós não estamos suficientemente conectados com seu mundo interior e suas necessidades?

O problema é que estamos sempre nos colocando num lugar de fala, controle, de autoritarismo, não proporcionando aos nossos filhos a chances de expressarem suas reais necessidades. Precisamos aprender que por trás de todo não, existe um sim. Fiz um post recentemente sobre isso que vale a pena dar uma olhada aqui

É engraçado porque sentimos que é obrigação da criança nos escutar, mas não nos colocamos na obrigação de escutá-las, já percebeu isso? Nos encontramos no padrão de nos acharmos mais fortes, poderosos e no controle de tudo, um forma de agir bem egóica, mesmo que de forma inconsciente e, por conta do que herdamos sobre criação de filhos com as gerações passadas. 

Quando começamos a nos dar conta de que ouvir uma criança é parte de uma relação de ser humano para ser humano, de um exercício de respeito e dignidade, passamos a colocar a atenção e o foco nos nossos padrões e a buscar formas de agir mais igualitárias e respeitosas com elas.

SUGESTÕES PARA SER OUVIDO:

1) Ouça, ouça, ouça…aprenda a permanecer em silêncio, uma escuta ativa. Esteja presente de corpo e alma em cada demanda do seu filho, em cada birra ou descontrole emocional. Troque o cale a boca por: fala meu filho! Quero te ouvir. Pare de interrompê-lo e deixa ele falar tudo que precisar. E no nosso ato de ouvir que vamos modelar essa habilidade de escuta nos nossos filhos.

2) Olhe nos olhos sempre, demonstre empatia com os sentimentos dos seus filhos. Para você, pode parecer bobagem, mas para ele é genuíno.

3) Trabalhe com previsibilidade e muita conexão. Se você sabe que vai chamar para tomar banhe e seu filho vai falar não, se conecte com ele antes. Entre no mundo dele primeiro antes de sair dando ordem. “Filho, o que você está assistindo? Esse desenho é legal? Como se chama os personagens? Se interesse pelo que ele está fazendo antes de já chegar desligando a TV.”

4) Dê escolhas limitadas. “Filha, você quer tomar banho agora ou quer assistir mais um tempinho de TV? Mais 10 ou 15 minutos? Vamos colocar o relógio pra despertar? 

5) Reafirme o combinado: “Mais quantos minutos então, filha? Estamos combinadas? Toca aqui então.

Agindo dessa forma a criança vai se sentir aceita, importante, conectada com você e terá uma tendência bem maior a te ouvir. Quer melhorar ainda mais a comunicação com seu filho? Veja esse vídeo que vai te ajudar muito, tenho certeza! 

Gostou do artigo? Consegue te dar um caminho sobre como fazer seu filho te ouvir?

Não se esqueça de visitar as minhas redes sociais também! Lá eu posto conteúdos exclusivos: FacebookInstagramYouTubeWhatsApp

Sabia que tenho um livro? O Conectando Pais e Filhos 2 trabalha de forma direta e motivadora orientações para os pais na missão de educador e criar os filhos em um ambiente com relações saudáveis! Compre aqui!

Beijocas no seu coração de mãe!

Fernanda Teles

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin